quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Sem querer.

De repente a vida não me sorriu mais
também não pediu contas, cobranças outras?
não mais.
Assim tão cedo a tarde pareceu escura
havia restos de um sonho,
uma árvore gigantesca, tudo estava bem!!!
Tudo estava tão bem!...!...?
Agora há a espera, eu também vou esperar,
o tempo vai esperar também?

Sobre a minha mesa, que não é minha, há tanto
de mim!! Rio enfim..
Parece um lugar estranho de um outro homem
e não eu..
Há mais coisas estranhas sobre essa mesa
do que dentro de mim agora.

Num breve instante eu vivi minha vida.
Não essa que coloquei fora...foi sem querer.
Mas aquela que nem num sonho é sonhada.
Hoje só sonhar é possível. Só sonhar.."sonhar"...só.
Ando nesse sonho, juntando meus pedaços
talvez seja esse o meu caminho
há muito por mim
desejado...

6 comentários:

Sonhadora disse...

Ricardo
O teu poema é lindo, fala de coisas inacabadas, mas de certeza que vais concluir tudo e vais encontrar a tua
felicidade.
Bjs

Simone Aver disse...

Nossa... Há tempos não lia algo tão bonito... lembrou-me Pessoa ... E lembrou-me Dali. Não sei até que ponto um tem a ver com o outro, e o que os dois têm a ver contigo, mas na minha cabeça tudo se completa. Beleza e dor. E um gosto de incompletude no ar... Bom, muito bom.... Bjs

Ricardo Kersting disse...

Oi Sonhadora.
Obrigado por estares ao meu lado.
Fico muito feliz por poder trocar ideias contigo.
De certeza, ambos encontraremos o que procuramos.
Beijos

Ricardo Kersting disse...

Simone, realmente não tenho muito a ver com esse dois expoentes da arte. Gostaria muuuuito podes crer.

Mas sem modéstia alguma, acredito na parte que falas na beleza do meu poema rsrsrs...
Beijos.

Cynthia Lopes disse...

Antes de mais um comentário, gostaria de lhe dizer que foi muito bom ver que voltaste a estabelecer um diálogo conosco.
Depois, só quero lhe dizer que sonhamos todos e, QUE TUDO É POSSÍVEL. Bjs

Ricardo Kersting disse...

Às vezes nem chega a ser um diálogo né? Mas é difícil ficar sem falar e ouvir. Prometi que iria conversar de novo, principalmente contigo Cynthia..

Realmente tudo é possível, sonhar então, nem se fala.
Beijos...