sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Preguiça

Escrevo, bastante? Não sei!!!
Mas escrevo até demais para a minha atividade.
Sei lá, assim como gosto de receber palavras
presumo que as outras pessoas também gostem.
Arrumo tempo e enfrento a máquina, opss!
Escrevo sim!! Não tanto e tão elegantemente como
Simone Aver.
Nem tão bem quanto Helena Erthal.
Gostaria de usar os símbolos de forma tão criativa
e falar de paixão como Cynthia Lopes, queria ser sincero como
Soraia Yumi, inteligente e bem humorado como a Lili.

Não sou nada disso, quase não tenho tempo para nada e
mesmo assim "escrevia"..

Hummmmmmm! de repente bateu uma preguiiiiiiça......
Não esperem mais os comentários imensos, até
porque às vezes eu nem encontro palavras para
externar o meu pensamento....as minhas postagens
serão monossilábicas. Sei lá!!!Não sei mais!!!
Deu pra mim!!!

4 comentários:

Helena Erthal disse...

Ricardo, chega de modéstia...você é muito mais...simplesmente pelo fato de, além de escultor, ser poeta!!!

beijos

Simone Aver disse...

Sempre haverá de ser uma honra ter meu nome citado num escrito teu.. tens razão, não tens nada de nenhuma de nós, nem poderias, afinal, e justamente por isso, tens aí teu próprio encanto... Bjs

LiLi disse...

Ricardo,

Chega de modéstia [2]!
você é feito de um charme humilde e poético encantador. Assim como a Simone sinto uma honra em estar nos teus textos!!!!! Mt obrigada por proporcionar isso.

Beijos!!!!

Cynthia Lopes disse...

"Aiiiii... que preguiça boa!
Assim à toa, um quasar
pulsando loa, um poeta voa
numa boa, por aí."
Que bom ser lembrada,
pela minha paixão
pela poesia.
neste teu torrão...
por este que é músico, escultor, poeta e... muito mais.
bjs