domingo, 25 de outubro de 2009

Ir é preciso.

O mundo se abre para mim.
Mostra caminhos e pontos donde quem partiu
ainda não chegou.
Abre-se o mundo envolvendo os poucos
que nele se aventuram.
Descaminha os covardes e estende um tapete
de cinzas para os sonhadores..

Todo caminho é tortuoso...ou sereno
depende de quanto é necessário romper as barreiras.
Salto às cegas neste bravio soturno,
não tenho mais para onde ir...voltar?
Olho às costas e percebo quanto deixei de andar,
pudesse gritar aos que já foram, gritaria...em vão.
Seguir só!! é que eu preciso.
Conviver com os meus fantasmas
e saber quando sorrir ante a dor..
Seguir é preciso, saber usar as escadas, portas e porões.

Ir é preciso seja com meus dentes quebrando em meus dedos.
Diluindo aos poucos o que me restou dos medos
Por onde eu passe que ninguém me espere amar, não mais.
O tempo.. descansa em minhas mãos cansadas.
É preciso seguir, seguir é preciso..
Mesmo que minha vida aderne numa praia vazia,
que nada me encontre e eu nada tenha.
Das minhas ilusões nuas, cruas nascerão estrelas,
mesmo que eu nada seja, ir é preciso.
Preciso é ir..

8 comentários:

Cynthia Lopes disse...

"O medo revela a condição humana", diz sabiamente Leonardo Boff em seu belíssimo livro O Senhor é o meu Pastor (aconselho a leitura). Uma coisa Ricardo, é irmos a esmo. Outra bem diferente é espiritualmente fortalecidos caminharmos com confiança e serenidade continuando "nossa aventura pessoal e coletiva" neste nosso planeta.
bjs
Cynthia

Simone Aver disse...

Novamente arrisco-me à paráfrase do ENORME Pessoa:"Navegar é preciso", inda que em mar bravio... no entanto, o mar sempre será bravio, o vento trará, eventualmente, as tais cinzas, que escurecem as mãos (fuligem dos sonhos queimados?); e, ainda assim, navegar será preciso... A imprecisão da vida é óbvia e universal... bom que seja assim... bom que tenhamos que andar apenas conosco mesmos, de vez em quando.. bom que até isso termine, e que,um dia, parte do sal desse mar, não seja mais o das nossas lágrimas... Tudo necessário. Tudo movimento natural da bênção que é estar vivo... Saudações poéticas

Ricardo Kersting disse...

Oi Cynthia..
Pensei ter deixado claro qual o meu preparo espitual..mesmo assim, muito obrigado pelo conselho...
Beijos..

Ricardo Kersting disse...

Simone, percebo que entendeste que cheguei um pouco tarde em alguns lugares, no entanto minha verdadeira trajetória recém começa..."Ir é preciso onde preciso for, se a dor for maior que meu peito eu canto mais forte que a dor". Meu caminho está diante dos olhos, parece que falo algo discrepante, mas não, para mim está tudo muito claro...Até há alguns dias pensava que ia, mas estava parado...Agora preciso ir, não há como esperar..
Saudações poéticas também... e uma ótima semana..

Sonhadora disse...

Ricardo
Sempre estás a tempo de seguir o percurso, sem volta.VAI
Beijos

Ricardo Kersting disse...

Oi Sonhadora..
Tens razão!! Sem contar que não tenho muitas alternativas né?...Para não dizer nenhuma..

Beijos..

Cynthia Lopes disse...

Encontrei num livro do poeta Nei Duclós a seguinte frase: "O passageiro anda e isto é a sua vitória", achei bem pertinente ao seu poema.

Ricardo Kersting disse...

Oi Cynthia
A frase é interessante mas não tem pé nem cabeça...Não tem nada a ver comigo.. Mas não tem mesmo!!!..

Beijos..