quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Razões

Busco-as
desesperado.
Para manter o palco
iluminado
e as cortinas
abertas.

6 comentários:

Simone Aver disse...

O show da vida não pode parar. O desespero é um movimento, ainda que dorido... melhor, sempre, que estagnar-se... isso não, por favor, isso não... Bjs

Sonhadora disse...

Ricardo
fecha as cortinas e comece o primeiro acto
bjs

Ricardo Kersting disse...

É essa a ideia Simone, mas toda vez que eu ligo os holofotes fico me perguntando: será que vale a pena? E confesso que não sei a resposta. Os ideais vão se desintegrando, valores outros vão detonando tudo que erguemos numa vida inteira. É difícil abrir as cortinas e encarar uma platéia ausente, pior, desinteressada na melhor das hipóteses...O barco está à deriva, essa é a triste realidade..Beijos.

Ricardo Kersting disse...

Estou em milhares de atos, querida Sonhadora e sempre parece ser o primeiro...Acho que deveria seguir a tua sugestão e fechar as cortinas mesmo...Mas abri-las é o que tenho feito a minha vida inteira, mesmo que eu quisesse não poderia fchá-las mais...Por isso busco razões para seguir..
Beijos.

Cynthia Lopes disse...

Razões?
ainda sem valer a pena,
desesperado as buscas?
Sabe é que tens razões
de sobra e, todas elas
são lindas!
T'A

Ricardo Kersting disse...

Cynthia.
Em dados momentos as próprias razões se tornam vazias, por isso o desespero em encontrar outras mais fortes. Ás vezes não se consegue ver motivos suficientes nas que se tem nas mãos..
Beijos