sábado, 3 de outubro de 2009

Amistad.


Acabei de acrescentar esse filme à minha lista de favoritos. Interpretações absolutamente dentro da média de Morgan Freeman e Anthony Hopkins e um banho de interpretação de Djimou Hounson como o africano Cinqué....Baseado num fato verídico ocorrido em 1839 na costa cubana...O comandante do navio negreiro "La Amistad" calculou mal as provisões, quando faltavam 20 dias para aportarem em seu destino, resolveu o problema do excesso de bocas mandando afogar 50 africanos. A cena é monstruosa. Cinqué comandou um motim onde vários membros da tripulação morreram. Ao mesmo tempo denunciou o afogamento dos 50 negros o que foi considerado uma calúnia e usado como agravante em seu julgamento....Belo filme dirigido pelo competente
Steven Spielberg.

3 comentários:

Simone Aver disse...

Assisti esse filme ainda na faculdade, pra entender a importância do respeito à identidade linguística. Lembro de ter pensado numa definição pra essa história real: "dolorida"... Fiquei com aquela sensação o tempo todo.... de dor, de dor, de dor... Uma história pra se pensar e, de preferência, evitar que se repita, na nossa realidade... porque algumas histórias se repetem, de uma forma ou de outra, se a gente não se cuidar... Bjs

Soraia Yumi disse...

Boa dica! Nunca assisti ,mais já ouvi muito falar. Apesar de não ser atraente para mim,vou tentar ver e tirar as minhas conclusões.
Ah!!! e obrigada pela receita,agora é encontrar um coração de bananeira ;)

Beijão!!

Cynthia Lopes disse...

Y aún se llama Amistad? Um mistério a ser desvendado, vou procurar ver. bjs