quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Apenas um tempo..



Pensei em dizer em poesia
na verdade eu não saberia
nem o que precisaria dizer.
Mas se tentasse, seria em vão
achei que era possível? Mas não.
Melhor seria simplesmente... esquecer.

Pensei em sair do ar,
até o vendaval passar,
mas não, esse tempo é só meu.
Por isso vou deixar assim
sei que estarão pensando em mim
ou lendo o que esse "poeta" muito pateta
às vezes um asceta,
nem sempre de forma direta,
poucas vezes correta,
mas feliz ou ingênuo...escreveu.

"Um tempo apenas..é o que eu preciso.
Escrevam se quiserem e o que quiserem escrever.
O tempo.. passará".

8 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Beijos e que o tempo passe como a brisa trazendo novos mares.
Cynthia

Soraia Yumi disse...

Não gostei...

Sonhadora disse...

Ricardo
Muito amargo...eu gosto de ler o que tu escreves.
Um beijo

Sonhadora disse...

Ricardo
Apenas um tempo...era mesmo um tempo
longe de nós?
Um beijo

Ricardo Kersting disse...

Passará com certeza Cynthia..
Beijos

Ricardo Kersting disse...

Não gostaste de quê, minha querida Soraia..?
Do poema? rsrsrs, concordo contigo, eu também não gostei nadinha..
Beijão..

Ricardo Kersting disse...

Sonhadora, muito obrigado por estares ao meu lado.. Não me canso de dizer isso..
Quanto ao segundo comentário, a resposta é não!!
Não Rosa, não sei ficar em silêncio, infelizmente também não sei explicar direito o que acontece...Mas repito, não sei fazer silêncio..não ficarei longe também..

Beijos..

Helena Carvalho disse...

Hoje faz 1 mês que você escreveu esse poema. Quantas ondas se passaram? Quantos ventos lhe sopraram nos ouvidos a palavra certa? Agora que tudo passou, aguarde a próxima vez de pedir um tempo.