terça-feira, 13 de abril de 2010

Rio



Rio
Poema de Cynthia Lopes

Vinheta:
"Nada sei do mar, dos ventos
e de seus moinhos, imaginários
imaginários"

Corre para o mar o rio
tudo se move nesta vida
como fonte jorra e cria.
Corre para o mar o rio
vida que desfralda velas
ventos que deslocam pás.
Corre para o mar o rio
da fonte às vazantes
sinuoso rio pro mar.

2 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido
Que maravilha de poema da Cynthia, e a musica embala...lindo.

Beijinhos
Sonhadora

Cynthia Lopes disse...

Vc me surpreendeu, eis algo que não esperava. Algo que é lindo e que só agora pude ver porque só hoje passei por aqui para ver as novidades. Obrigada pela beleza que emprestaste as minhas poucas palavras e aos meus versos desajeitados. De coração lhe agradeço, bjs