sexta-feira, 5 de março de 2010

Manias

Tenho manias estranhas
e em desuso.
Às vezes como Lutero me vejo só
perante Deus. Mas essa não é
a mania mais bizarra.
Tenho a mania de andar no lado
direito das calçadas
não estacionar em fila dupla
nem sobre o passeio público
no coletivo invento de não
utilizar os assentos reservados,
pior ainda, tenho essa mania
de dar lugar aos outros.
Dou bom dia a todos, não importa
se conheço ou não
peço licença
digo desculpa
não ouço som alto dentro de casa
ou no carro, até porque não tenho
som nele
fico em silêncio quando outros falam
não uso celular no cinema
não assovio nem falo alto na rua
nem uso boné durante as refeições.
Não bebo nem fumo
e tenho a mania de lavar as mãos
de respeitar filas
de não burlar a lei
respeitar os animais
os idosos
as crianças
os doentes
não buzino perto de hospitais
respeito a velocidade estabelecida
não dou encontrões em supermercados
nem amasso portas de carros estacionados
ao abrir a minha.
Honro a minha família
sobretudo meu pai e a memória de
minha mãe.

Convenhamos, sou um grande
chato.

4 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Vc também manda flores? Se for assim, vc é perfeito, parabéns...
bjs

Sonhadora disse...

Ricardo
Concordo com a Cynthia, para mim rosas...adoro rosas.
Meu querido, um beijinho para ti com carinho.

Rosa

Ricardo Kersting disse...

Não, Cynthia, são apenas manias que antigamente eram essenciais.
bjs.

Ricardo Kersting disse...

Pois é Sonhadora, então te mandarei uma rosa..
Beijos para ti também.