sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Maior que o mundo que lê ao seu redor.

Talvez eu esteja errado. Errando...
Mas.
Quero ouvir o teu riso da foto,
sentindo sempre o lado eterno, terno
do teu jeitinho sereno.
Teus olhos crianças através das lentes
atemporais. Quero.
Não vejo espinhos em tuas mãos...menina.
Vejo as flores que caem sobre teu caminho.
Por mais profunda que sejas aos outros
te quero assim pequena divindo teus sonhos,
comigo,
ao nível do pouco
que posso
desejar...
Te dar..

Um comentário: