terça-feira, 20 de julho de 2010

Sonho possível?

Faço o possível.
O impossível se parece com um incesto,
nasce comigo, meia irmã do meio dia.
O que me é imposto deixo ao sonho
entre um amanhã tão esperado,
e o desespero de hoje.
No final de muitas contas,
faço de contas.
Faço o que faço
assim vou vivendo,
contando as horas
em que me deixam andar.
Em poucas semanas
talvez alguns anos
já não serei minhas palavras.
Tentarei fazer do possível,
um impossível sonhar..

Um comentário:

Sonhadora disse...

Meu querido Ricardo
Tenho saudades tuas, os teus comentários me emocionavam.
como tu espero um amanhã menos sofrido, será que existe?.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora