quarta-feira, 21 de julho de 2010

Para não te esquecer.

Aprendi a te gostar sem tentar te esquecer.
Já não me pego perguntando, o que quer
essa mulher?
Só vejo em teus olhos, aquela luz
de uma lágrima que ainda não se formou.
Em teu rosto, a risada que se fez eco, mas não produziu som.
Vejo uma alegria riscada de tristeza
e uma tentativa vã de ocultar.
Não quero te esquecer.
Esquecer não é igual a não lembrar,
são grandezas quase opostas.
Esquecer é cair num vazio onde a escuridão
é a única passagem.
Não lembrar? É ter a certeza de que se viveu
algo muito bom, a sensação de que tudo pode
voltar...em qualquer momento
em qualquer lugar.

4 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Ricardo

Silenciosamente te deixo um beijinho.

Sonhadora

CoisasDeMulher - HelanaBarbosa disse...

Oii, adorei seu blog e vim aqui pra te convidar a conhecer o meu e se quiser virar seguidora. Sempre tem posts interessantes, farei resenhas de produtos e sorteios. Espero sua visitinha!!! Bjosss e uma ótima semana!!!


www.helanabarbosa.blogspost.com

Cynthia Lopes disse...

Linda prosa, poeta!

LiLi disse...

Lindo!!!! Detestava escrever só isso, parecia até que não entendi nada... Mas hoje sei que dizer "lindo" apenas demonstra toda reverência que posso prestar a um grande poeta que nem vc!