terça-feira, 8 de junho de 2010

Desaudades.


"Atelier vazio" - Agosto 2009


Sinto imensa saudade de lugares
onde nunca estive...e nunca pensei estar
pois não aproveitei quando não estava lá..
Sinto falta das coisas que nunca senti..
de não ser o que jamais seria e não fui...nem poderia,
pois, não era quem não sou.
A dor que sinto agora é por coisas que não fiz
e não me deixei fazer...ainda não se faria.
Quando não me lembro daquilo que não passei...sinto uma
saudade ilegítima...infinita, futura
de uma paixão que não senti,
de lugares que nunca vi,
de não ser eu,
quem não fui.

2 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Ricardo
Ser e estar...somos ou estamos.
Sentiremos alguma coisa, eis a questão.
Saudades do que não fomos...

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Renata de Aragão Lopes disse...

Curiosamente,
guardo uma sensação semelhante.

Até pretendo escrever a respeito
e publicar em minha confeitaria!

Um abraço,
doce de lira