segunda-feira, 31 de maio de 2010

Louca visão.


"Cristo de São João da Cruz - Salvador Dali"


Daqui posso ver
o que deixo de mim
e o que não deixo...a ninguém.
Dali pareço...o que te pareces?
Um corpo sombrio, tela pintada
por um louco de arte.
Daqui pareço...o que sou.
Dali...o Salvador, pareço.
Uma caveira de boi presa numa cerca.
Dali, vejo o que deixo
e o que não posso deixar...levo comigo.

2 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Ricardo
Lindo o teu poema...deixamos escapar tudo por entre as mãos.
Tenho saudades.

Beijinhos
Sonhadora

LiLi disse...

Ou deixo tudo.
É melhor nao carregar nada.
Adoro esse teu talento!
parabéns, Ricardo!
Show.