terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Vida

A vida
é assim.
Passa.
E passará.
Para trás
tudo ficará.
Vida?
Para mim?
A que eu quis
passou.

C'est La Vie

4 comentários:

Simone Aver disse...

A vida, passando ou não (afinal, não sei se ela é que passa por nós, ou nós é que passamos por ela - aliás, nem sei se há passagem de fato,de uma ou outra... quem saberá?..rs), reserva boas surpresas a nós, reles (i)mortais; uma dessas boas surpresas foi tua visita ao meu blog. Em primeiro lugar quero te agradecer porque tua visita me trouxe, a galope, a oportunidade de conhecer o teu belíssimo trabalho. Em segundo lugar quero agradecer teus gentis comentários. Muito obrigada, de coração. Voltarei aqui, pra acompanhar tuas letras, mas também quero acompanhar as esculturas, que são lindas, suaves, maravilhosas. Abraços.

Ricardo Kersting disse...

Obrigado Simone, a tua presença no meu blog me enche de alegria.
Realmente nunca saberemos quem passa, se a vida ou nós! Mas tens razão, vamos esperar as surpresas..

Abraços iguais.

Poesy disse...

Oie...rs... Sim, os desenhos são meus... Nada que chegue perto de qualquer traço profissional; só uns riscos inconsequentes, desses que a gente traça sobre um papel qualquer, com um lápis mal apontado e uma vontade louca de poetar; mas o papel não quer palavra, quer silhoueta de sentido... O resultado está lá, na primeira página, e em algumas outras, pra ilustrar as letras, que vieram depois...rs... Tudo lá é meu: as palavras, as fotos, os desenhos e, principalmente, as bobagens...rs... Podes ter certeza de que é uma honra, pra mim, ter alguém tão talentoso acompanhando meu humilde trabalho. Abraços

Simone Aver disse...

Observação: a POESY sou eu...rs... Abraços