quinta-feira, 11 de julho de 2013

Imaginária manhã.



Tudo que eu tinha
se estilhaçou como raios
de uma manhã imaginária....

O último pedaço de ti, 
um objeto purgado de um desejo doentio
juntou-se a um destino sujo
e a um sorriso perdido...

2 comentários:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Ricardo

Por vezes a vida nos amordaça os sonhos e sobra apenas a recordação de quando o sol alumiava as noites.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Ricardo Kersting disse...

Obrigado pela visita minha querida...Saudade de ti ..Um beijo carinhoso Sonhadora...!