sábado, 4 de dezembro de 2010

Inverso..

Hoje nada tenho de real
nem em meus olhos
ou nos caminhos inversos.
Não traço figuras
resultantes dos rescunhos
porque de nada valem
além de definirem meu rosto.
Hoje nem os fantasmas
nem as lembranças
nada me aprisiona
além de aferrarem
minha vida..

2 comentários:

Mª Dolores Marques disse...

Gostei muito deste Inverso, deste canto onde as palavras mostram o seu outro lado.

Um prazer esta boa surresa de encontra-lo nas palavas

Beijo

Dolores Marques

Sonhadora disse...

Meu querido

Nesses dias em que não nos temos...não nos somos...nem o solnos beija.
Como sempre adorei...sentir este poema.

beijinhos com carinho
Sonhadora