segunda-feira, 7 de abril de 2014

Que importância teria agora?



Então neste dia que é noite
que os travesseiros e almofadas
naveguem fundo, vindo e findo.
Para fora ao sol.
Ninguém morre de pena
o travesseiro que o diga.
Sou feliz e feliz por natureza!
Mas quem se importa?
Se a natureza está morta?
Se a casa está torta?
Se um dia vou doer?
Como uma estranha ferida?
E deixar passar luz
através
dos meus olhos?
Quem se importaria?
Com tanta zombaria se nem os deuses que criaram a flor
e inspiraram o plantio
do mal... pensaram na satisfação dos clientes?
Afinal
quem se interessa
pela minha dor?



8 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Fiquei tão satisfeita porque passaste pelo meu cântico! Então vim pousar aqui no teu, entre travesseiros e almofadas, entre dores e alegrias.
bjsssssssss

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Ricardo

Adorei ler-te...tinha tantas saudades.
Votos de uma Feliz Páscoa.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Ricardo Kersting disse...

Muito obrigado Cynthia, um abraço para ti...!

Ricardo Kersting disse...

Muito obrigado Sonhadora..Boas páscoas atrasadas para ti também...Um beijo

LiLi disse...

Saudades de vc, amigo! Que vc esteja com o coração leve! :)

Ricardo Kersting disse...

Oi Lili, ando tão pouco entre os blogs...e este pouco que ando me desanima... Também sinto muita saudade...

cibele nakamura disse...

Adorei! Você é um querido. Beijos

Ricardo Kersting disse...

Wow Cibele, você é querida.. Beijos...!