terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Luz

Era um fim de tudo

fio de tarde ou de noite

Era em que tudo arde

tanto faz saber

ou simplesmente

vivo ser

Tem luz em tua volta

ou era o dia que

tudo tarde

Fere meus olhos

olhar é frio

refrata a dor

quando ainda é cedo

Melhor é viver

a calma do dia

enquanto há luz

e o sol cai

Ainda é vida

ainda é dia

Mas que já vai

tarde.

4 comentários:

Helena Erthal disse...

O ocaso do dia e da vida, luz eterna, guardada no coração.
Forte abraço!

(l' excessive) disse...

É. Melhor é viver a calma do dia enquanto há luz...

Ricardo Kersting disse...

É a luz é eterna! Guardo no coração.

Um mais forte para ti

Ricardo Kersting disse...

Oi Liz
Fazia tempo né? Muito obrigado pala visita...
Beijo para ti